quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Banalidades


Amanhã vou filmar cada movimento teu.
Depois, durante a edição, vou filtrar cada olhar maroto para parecer seres mais crescido.
Vou camuflar todas as imperfeições para parecer teres pele de menino.
Vou esconder o jeito do teu caminhar para parecer andares direitinho.
Vou vestir-te com a roupa que gosto para te tornar apresentável.
Vou pentear-te à minha maneira e vais ficar impecável.
E só porque tudo o que eu tirarei me faz gostar de ti, vou guardar o filme dos restos e, às escondidas, rodá-lo só para mim.

5 comentários:

Anónimo disse...

Um director´s cut só pra ti? Também os fazes? ;)

Beijinho* Corto

Espanta Sono disse...

Este texto está uma delícia!
Beijinho :)

Info-excluído disse...

Nós somos mesmo uma espécia de filmes censurados em exibição contínua!
Agora (uma provocação), o que tu propões é ou não também uma forma de pornografia?
Ciao

Tari disse...

Corto:
Não os faço não :p

Espanta Sono:
Obrigada ;)

Info-excluído:
Discordo plenamente. Acho é que há muita espécie de gente que só olha ao relativo quando o absoluto é que conta. E não, não quis transmitir nenhuma forma de pornografia com este texto.
Aparece sp ;)

Caio Fabricius disse...

Mas que coisa linda! Alegrou a minha noite. Um salve para as imperfeições!